Como utilizar o MTR no Windows?


SIGNIFICADO MTR:  Meu TraceRoute.

O MTR é uma ferramenta de diagnóstico da rede que combina as funcionalidades dos comandos ping e traceroute. Não há necessidade de instalá-lo, basta descompactar e executá-lo de acordo com o sistema operacional (32 ou 64 bits) e preencher o campo HOST com o HOST ou IP de destino.

O Ping (Packet Internet Network Grouper algo como Procurador de Pacotes da Internet) é um comando que serve para testar a conectividade entre equipamentos de uma rede. Ele basicamente envia dados para esses aparelhos e fica aguardando as respostas. Se o equipamento responder, significa que está ativo.

O TRACERT (Trace Route), é um utilitário de linha de comando que pode ser usado para rastrear o caminho que um pacote IP (Internet Protocol) faz até o seu destino.


Ao iniciar, o MTR investiga a conexão de rede entre o computador local, em que ele está sendo executado (host) e o outro, indicado pelo usuário (hostname) — enviando pacotes com TTLs propositadamente baixos. Ele envia os pacotes continuamente e registra os tempos de resposta dos roteadores intervenientes. Isto permite exibir os percentuais e tempos de respostas da rota, via Internet, até o destino.


Link para download: http://winmtr.net/download-winmtr/
Acesso pelo rede B2midia: Z:\01 - B2 Mídia\Técnico\Softwares\Windows MTR


Um repentino aumento na quantidade de pacotes perdidos ou no tempo de resposta é um indicador de que há um link ruim ou apenas sobrecarregado na rota. O MTR trabalha enviando pacotes ICMP e incrementa o valor do TTL até encontrar uma rota entre a fonte (onde ele é executado) e o destino.

Ao combinar o uso do ping com o traceroute, se torna uma ferramenta poderosa para diagnosticar a sua rede.


Execute o arquivo e Digite no campo HOST (1) o nome do domínio ou IP, após a inserção, clique no botão START(2).



O resultado será semelhante a imagem abaixo.



Analisando o resultado


- A coluna Loss% mostra qual é a porcentagem de perda em determinado salto.
- A coluna Sent ou SNT mostra quantos pacotes foram enviados.
- A coluna Last mostra o tempo obtido para o último pacote.
- A coluna AVG ou AVRG mostra a média de tempo em determinado salto.
- A coluna Best mostra o melhor tempo em determinado salto.
- A coluna WRST ou WORST mostra o pior tempo em determinado salto.



É importante observar que cada linha mostra o resultado do teste para cada salto, sendo que o primeiro salto é o de origem e o último de destino.

Para termos uma melhor precisão no diagnóstico, é necessário que o MTR execute esta ação por 15 minutos.